terça-feira, julho 29, 2014

BAKUNIN INDICIADO; MARX FORAGIDO

  

BAKUNIN INDICIADO; MARX FORAGIDO

O jornal Folha de São Paulo noticiou que a Polícia Civil do Rio de Janeiro incluiu Mikhail Bakunin na denúncia aceita pela justiça fluminense contra os ativistas que foram presos antes da final da Copa do Mundo. Quero ver como vão fazer para citá-lo, pois Mikhail Bakunin foi um teórico, talvez o principal, do Anarquismo, viveu no Século XIX e estava junto com Karl Marx na fundação da I Internacional Socialista.

Essa trágica e cômica notícia, que demonstra a falta de preparo intelectual de nossa polícia e judiciário, tornando policial uma questão política, lembrou-me de outro episódio.

Durante os anos da Repressão política, houve um quebra-quebra de trens na Central por causa dos constantes atrasos das composições. A polícia do Exército prendeu alguns depredadores e os levou para o quartel da Rua Barão de Mesquita. Depois de algum tempo, jogou-os dentro da prisão junto aos presos políticos. Desesperados, após longas sessões de tortura, um deles virou-se para um preso político e disse: “Cara, me diz logo onde esta esse tal de Karl Marx. Estamos apanhando muito por causa dele.”

Esse post deveria terminar assim: Bakunin indiciado; Marx foragido.

 

Celso Gomes

 


<$BlogItemTitle$>

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home