terça-feira, setembro 14, 2010

O caso do dossiê

Reflexões acerca do silêncio da oposição sobre o caso da quebra do sigilo fiscal de Veônica Serra, ou, porque José Serra se calou?

Após duas semanas acusando Dilma Rousseff pela quebra do sigilo fiscal de sua filha, José Serra silenciou sobre o caso. Porque?

Teria compreendido que o episódio é caso de polícia, não de política?

A Corregedoria da Receita Federal detectou quase 3 mil acessos imotivados realizados pelo computador de Adeildda Ferreira, a servidora de Mauá no centro do escândalo.

Se o PT domina a máquina pública como acusa Serra, porque este Partido político usaria o obscuro e suposto contador Atella com uma procuração falsa para acessar os dados que seriam acessíveis de outra forma?

Crendo em Serra: Dilma é culpada. O que a candidata ganhou com isso?

Se o PT mandasse às favas os escrúpulos, como Dilma se beneficiaria?

O TSE arquivou o pedido desesperado de impugnação da candidatura de Dilma efetuado pela oposição, pois as "provas" usadas pelo PSDB não demonstravam qual o benefício auferido pela candidata do PT.

Seriam "provas" as matérias jornalísticas produzidas pela imprensa serrista?

O PT sabe que usar dados fiscais obtidos de forma ilícita é crime e, antes de tudo, sucídio político.

Dilma e o PT não têm nada a ver com o caso.

Logo, resta a pergunta:
quem queria os dados fiscais de Verônica Serra e com qual objetivo?

Todas as setas apontam para Minas Gerais.

Teria Aécio Neves utilizado de expediente tão serrista como antídoto, após receber notícias que Marcelo Itagiba o espionava a serviço da pré-candidatura de Serra, em suas andanças pelo Leblon?

Caso positiva a resposta: seria esse o motivo do silêncio de Serra?

Se Serra em 2009 já sabia da quebra do sigilo de seus familiares, conforme comprova a matéria do SBT postada no Youtube, quando classificou o fato como criminoso e sem conotação política, porque o fez agora?

Foi um ato desesperado de um político que se aproxima do ostracismo político, como seu ex-amigo FHC?

Ou a oposição e sua mídia sem vergonha ficaram em pânico nesse agosto de 2010, quando uma maré vermelha começou a tomar o país?

Ou o episódio visava apenas vedar o crescimento de Dilma e Mercadante no principal reduto tucano: São Paulo?

As pesquisas eleitorais divulgadas neste fim de semana apontam para estabilidade no quadro.

Tais pesquisas teriam o condão de fazer o comando do PSDB recuar, ou a oposição já teria ciência de que o assunto estaria esgotado e que a nova pauta seria Erenice Guerra?

Perguntas, apenas perguntas.

<$BlogItemTitle$>

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home