terça-feira, setembro 05, 2006

TEATRO GREGO -TERCEIRA PARTE

O MITO DE PROMETEU
A figura trágica e rebelde de Prometeu, um dos símbolos da humanidade, constitui-se entre os mitos gregos mais presentes na cultura ocidental. Foi descrito na literatura clássica grega, principalmente, em Hesíodo, tendo surgido nas duas obras do poeta, Teogonia e Os Trabalhos e os Dias. Nesta última, o mito foi recontado e complementado. Afora Hesíodo, outra obra importante, a tragédia Prometeu Acorrentado de Ésquilo, foi dedicada a ele. Porém, nesta última o mito não está completo, pois começa no instante em que Hefesto e Cratos castigam o titã, a mando de Zeus. Prometeu, em diversas partes dessa obra, se refere aos fatos que o levaram a ser acorrentado, como para atualizar os ouvintes dos motivos que o levaram até ao penedo, onde passará seus dias de pena. A tragédia fazia parte de uma trilogia, mas as outras duas partes se perderam.
O nome Prometeu, segundo a etimologia popular, teria vindo da conjunção das palavras gregas pró (antes) e manthánein (saber, ver), ou seja, equivaleria a prudente ou previdente. Embora, como afirma Ésquilo, Prometeu não supusesse o teor do castigo de Zeus ao desafiá-lo, ainda assim lhe é atribuído um caráter oracular, por ter proferido um vaticínio sobre a queda de Zeus. Alguns outros mitógrafos atribuem a teoria desta previsão à Têmis. A profecia diz que o filho da nereida Tétis e de Zeus destronaria o pai. Por causa disso, Zeus desiste de seduzir a nereida e se apressa a lhe dar um esposo mortal, que acabou sendo Peleu, pai de Aquiles. Este cuidado de Zeus também se verifica quando ele engole a mãe de Atena, Métis (sabedoria, astúcia), sua primeira esposa, para que não nascesse dela um filho mais poderoso que o pai. Engolindo-a ainda grávida, o ajuntador de nuvens termina por gestar Atena, deusa da sabedoria, que nasce da cabeça do pai. Alguns teóricos interpretam esse nascimento como a atenuação dos instintos animais do homem e o surgimento da Razão.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home